Bloqueios no Acesso ao Email

Caso ocorra múltiplos erros consecutivos na configuração ou no usuário e senha de um email, seu IP pode ser bloqueado para acesso ao IMAP, POP3 e SMTP.

Quando isso ocorre seu programa de correio (outlook ou outro) dará um erro de timeout ou informará que não foi possível se conectar ao servidor ou ainda que o servidor não respondeu.

Nestes casos você precisa acessar o meuip.seguromail.com.br para ver seu IP de internet e nos enviar, abrindo um chamado conosco, solicitando sua liberação.

O uso do webmail NUNCA é bloqueado, então você ainda pode usa-lo normalmente para enviar ou receber emails (como enviar o chamado para nós).

Se estiver com problemas para acessar o Webmail, gerando erro de senha, não é bloqueio de IP neste caso e sim que sua senha está incorreta. Assim como se nem abrir o webmail, é um problema na sua internet, tente acessar usando seu celular por exemplo no 3G/4G/5G dele (e não no wifi) para confirmar que ele está abrindo normalmente.

Como o bloqueio ocorre

O sistema de bloqueio é inteligente, ele baseia em pontuação de erros versus pontuação de acertos. Assim em uma rede de empresa com vários micros acessando o email corretamente, gera uma alta pontuação de acertos e mesmo que um único micro tenha uma senha errada salva e este fique tentando dezenas (ou até centenas) de vezes ao dia, a pontuação de erros será bem menor que a de acertos, de modo que o IP da empresa nunca será bloqueado (lembrando que todos os micros da empresa “saem” para a internet com o mesmo IP, e não com o IP local da rede interna).

Naturalmente existe exceções como, por exemplo, se no final do expediente todos com os “outlooks” corretos desligarem seu micro e somente o que estiver com a senha salva errada continuar ligado, ele pode passar a noite e madrugada toda tentando logar com a senha errada, aumentando a pontuação de erros enquanto a pontuação de acertos ficou pausada (já que todos os demais desligaram os micros). Isso pode fazer com que seu IP seja bloqueado ao longo da noite.

O bloqueio é feito para evitar problemas de ataques de força bruta, onde micros infectados ficam tentando “adivinhar” uma senha de uma conta de email, para enviar spams depois (caso consiga acertar). Como não temos como diferenciar um acesso de virus com o de um “outlook” e nem mesmo dá para saber se a tentativa usa a mesma senha sempre (típico de quando o outlook está com a senha salva errada) ou se são senhas diferentes, fazemos o bloqueio.

Confirmação de bloqueio de IP – Somente para Técnicos

Caso você for técnico e quiser confirmar o bloqueio antes de nos procurar, o melhor teste é abrir o prompt de comando (no caso de windows) e digitar:

telnet smtp.seguromail.com.br 587

Dai pode ocorrer 3 situações:

  • Se aparecer “220 smtp.seguromail.com.br…” quer dizer que NÃO está bloqueado seu IP.
  • Já se aparecer “telnet não é reconhecido como um comando interno ou externo..” é por que esse aplicativo não está instalado em seu Windows. Neste caso, abra o painel de controle, vá em “Programas e Recursos”, e clique em “Ativar ou desativar recursos do Windows”. Na janela que abrir, procure na lista “Cliente Telnet”. Coloque um tick nele e dê “ok”, assim o mesmo será instalado. Tente rodar novamente o comando acima.
  • E se aparecer “Conectando ao smtp.seguromail.com.br… ” e demorar para sair disso e depois de 1 ou 2 minutos aparecer “não foi possível se conectar ao host na porta 587: Conexão falhou (ou Time Out)”, é porque seu IP está de fato bloqueado.

IPs de Cloud ou Redes especiais

Por motivos de segurança, IPs de Cloud como da Google Cloud, Amazon AWS, Oracle Cloud, Azure, OVH e dezenas de outras mais, são bloqueados para acesso ao nosso SMTP/IMAP/POP3.

Isso é feito a fim de evitar ataques de força bruta pois muitos servidores de cloud estão com BOTs sem o proprietário ter conhecimento, os quais tentam acertar a senha de milhares de contas de emails, por tentativa e erro, a fim de conseguir uma conta válida para realizar disparos de spam/scam.

Bots são programas que rodam em segundo plano, realizando acessos como este de tentar descobrir uma senha de uma conta de email em um servidor de terceiro, após receber um comando externo do atacante (que infectou o servidor com este BOT).

Algumas redes “especiais” como IPs de provedores da Russia e China são bloqueados também pelo mesmo motivo acima.

Caso o sr cliente tenha uma solução na nuvem que precisa enviar emails acessando nosso SMTP, basta nos procurar para fazermos a liberação especifica para o (s) IP (s) de seu servidor. Um exemplo é para quem usa ERP em núvem.

Para as nossas Revendas ou Parceiros

Se você é um de nossos parceiros ou revendas, consulte o sistema de bloqueios em specialist.srv.br/tembloqueio e verifique você mesmo se um determinado IP está bloqueado ou não.

Por ele você mesmo pode fazer liberação do IP se precisar, vendo antes o motivo que levou ao bloqueio.

Caso não tenha acesso ainda ou esqueceu sua senha, nos procure.

Compartilhe isso:

Matérias relacionadas: