Ao enviar um email recebo um erro informando sobre SPAM ou SPAMMER

Esse erro pode aparecer em duas situações, quando você está tentando RECEBER um e-mail de um terceiro e o erro é enviado para ele ou quando você tenta ENVIAR um e-mail para um terceiro e você mesmo recebe o erro.

1- No caso do erro ser enviado de volta ao terceiro

São duas situações que o terceiro pode receber um erro, são elas:

Your email is considered spam to me (id XX)

Se você está tentando receber um email de um terceiro e este recebe de volta o erro “Your email is considered spam to me (id XX)“, onde XX é um número de identificação interna, quer dizer que o e-mail dele foi considerado spam pelo nosso antispam.

Neste caso você mesmo (nosso cliente) pode fazer a liberação cadastrando o email dele em sua whitelist (dentro do webmail). Note que você pode liberar todos os e-emails dessa empresa cadastrando *@dominiodela, bem como se eles trocam mensagens com várias pessoas na sua empresa, você pode solicitar ao seu TI para cadastrarem na whitelist do Admin, que valerá para todos da empresa e não apenas para a sua conta. Mais detalhes sobre isso em https://specialist.srv.br/usuario-especial-adminseudominio-gerencia-white-e-blacklists-e-catalogo-de-enderecos-globais/

553 sorry, your envelope sender has been denied, maybe you are a SPAMMER – https://postmaster.specialist.srv.br (#5.7.1)

Se você está tentando receber um email de um terceiro e este recebe de volta o erro “553 sorry, your envelope sender has been denied, maybe you are a SPAMMER – https://postmaster.specialist.srv.br (#5.7.1)“, quer dizer que o e-mail dele está na blacklist da Specialist.

Sempre quando detectamos abusos (quantidade de spam sendo enviada para vários clientes nossos) ou mesmo quando o e-mail é marcado pelo nosso antispam como um suspeito de phishing, os endereços dos e-mails são marcados e enviados para nossa análise.

Casos normais de spam, é feito a denúncia ao orgão abuse responsável pelo IP origem (informação esta tirada do whois, ao consultar o IP origem da mensagem).

Quando não temos retorno do abuse ou quando a quantidade de mensagens passa do normal (uma pessoa normal envia uma mensagem para um ou outro usuário ao mesmo tempo, mas enviar o mesmo e-mail, com o mesmo conteúdo, para dezenas de clientes nossos por exemplo, em domínios diferentes e ao mesmo tempo, com certeza trata-se de um caso de SPAM, salvo exceções como newsletter de lojas, programas de pontos, etc), esse e-mail é marcado para nossa análise.

Nessa nossa análise, se constatarmos que trata-se mesmo de um SPAM ou, principalmente um caso de phishing (mais grave), iremos bloquear o DOMÍNIO do usuário.

Na análise é levado em conta o tipo de domínio, jamais iremos bloquear um *@gmail.com simplesmente por que um usuário do gmail resolver fazer SPAM, idem para quaisquer outros domínios de provedores (conhecidos ou não). Neste caso apenas o e-mail da pessoa é bloqueado e não o domínio.

Mas no caso de domínios próprios, de empresas ou pessoas, estes sim são levados ao bloqueio totalmente.

Quando a pessoa tenta enviar uma mensagem e recebe esse erro, ao lado do erro contem um link (postmaster.specialist.srv.br) para ela mesma consultar o bloqueio e ver os procedimentos para liberação (basicamente enviando um e-mail explicando o caso e pedindo para sair do bloqueio). Mas você, nosso cliente, pode solicitar ao nosso suporte a liberação da mesma forma que ela poderia faze-lo, os prazos para atendimento e liberação serão os mesmos nestes casos.

2- No caso do erro aparecer para você ao enviar um e-mail para um terceiro

Já quando você tenta enviar um e-mail e aparece o erro “553 sorry, your envelope recipient has been denied, maybe he is a SPAMMER – https://postmaster.specialist.srv.br (#5.7.1)“, pode ser que o domínio ou e-mail do destinatário foi bloqueado.

O mesmo bloqueio citado acima vale para envios como para recebimentos.

Consulte em postmaster.specialist.srv.br o domínio da pessoa e confirme se tem mesmo o bloqueio. Se tiver, basta nos solicitar a liberação, explicando que trata-se de um fornecedor ou cliente seu e que o bloqueio é indevido.

Na consulta, procure primeiro pelo email completo da pessoa, depois somente pelo domínio todo (o que vem depois do @), ou no caso de subdomínios, consulte também pelo domínio apenas (ver exemplo abaixo).

Exemplo, se o e-mail da pessoa é [email protected] consulte por [email protected] primeiramente, depois por corp.xptocom.ru e depois por xptocom.ru (já que neste caso havia subdomínio junto ao domínio) e por último você ainda pode consultar pelo ru apenas, pois existem casos que o bloqueio é feito na terminação final, são casos raros, mas existem TLDs (nome dado à “extensão” de um domínio) que são bloqueadas pois são usadas frequentemente por spammers já.

Já caso você consultar todas as possibilidades e aparecer que não tem bloqueio, pode ser que exista um erro no endereço de email, que gera o mesmo tipo de erro (infelizmente).

Normalmente os erros mais comuns é o endereço de e-mail da pessoa conter algum caracter inválido como “espaço”, seja no começo, no final ou entre o nome e o “arroba”., ou uso de acentos (que podem ocorrer quando você copia e cola o endereço de outro lugar e algum corretor pode acentuar as palavras no endereço de e-mail) ou ainda quando é usado aspas simples no e-mail invalidando o endereço.

Por exemplo: [email protected] está correto mas joã[email protected] não.

Assim como ‘[email protected]’ está incorreto também, pois ele interpretará o ‘ como parte do e-mail transformando o joao em ‘joao, e o domínio dominio.com ficaria como sendo dominio.com’ que não existe dominio terminado com ‘ (aspas).

Nestes casos basta editar os endereços de e-mails corretamente e fazer o reenvio do email.

Compartilhe isso:

Matérias relacionadas: